George Harrison – Brainwashed – Comentários e letras

User Rating: 5 / 5

Star ActiveStar ActiveStar ActiveStar ActiveStar Active
 

George Harrison – Brainwashed
Comentários e letras

Por Marco Antonio Mallagoli

Essa matéria foi publicada originalmente em nosso site há cerca de 14 anos, pois o disco foi lançado em 18/11/2002.

capa-cd-netCapa do CD

back-cdnetContracapa do CD

Abaixo as letras das músicas com tradução em português e um comentário completo sobre cada faixa desse fantástico disco. 

Não sei por que, mas duas musicas não foram traduzidas, nem comentadas, mas faremos isso oportunamente – Run So far e Rockin Chair in Hawaii.
Se alguém quiser se adiantar e só enviar a tradução ao nosso email.

george

Peço que caso vocês vejam alguma interpretação errada, alguma outra explicação ao que esta traduzido abaixo, ou algum comentário adicional que, por favor, enviem um email. Obrigado.
Quero agradecer a todos aqueles que colaboraram para a confecção dessa página, os créditos estão no final.

Any Road
Essa música foi ensaiada para ser tocada no tour do Japão em 1992, mas por motivos ignorados, acabou não sendo apresentada e ficou inédita ate o disco. O nome inicial era "If you don´t know where you´re going, any road will take you there” - convenhamos um pouco longo.
George faz o vocal principal, uma segunda voz e abusa de solos de slide, além de fazer a base no banjulele (uma espécie de banjo misturado com ukele ?),que aparece muito na música inteira.
No inicio, ele pede ao engenheiro de som , que deixe aparecer bastante as guitarras no fone de ouvido dele. Os backing vocais são de Dhani e Jeff Lynne, além da voz guia dele.
Ele faz muitos solos de slide entre as várias estrofes da música, muito bem colocados, como sempre na hora certa e com bom-senso (raridade entre os guitarristas).
Pelo seu estilo "country", ela poderia facilmente entrar em qualquer disco do "Traveling Wilburys" (até a letra tem muito a ver....).
Na penúltima estrofe cantada, há um solo de guitarra junto a voz, que parece mais ter sido feito por Dhani, alias uma bela contribuição à melodia.
No final da música a base do banjulele aparece bem "na frente" antes do solo final de guitarra e depois encerrando a música com um acorde final do mesmo instrumento.

001--anyroadnet

Any Road - Qualquer Estrada.

Falado : Me de bastante guitarras.

Oh Eu estive viajando em um barco e num avião
Em um carro, numa moto, num ônibus e num trem
Viajando pra lá e viajando aqui
Em todos os lugares e em todas as marchas
Mas O senhor nós pagamos o preço com o
Girar de uma roleta,como o rolar de dados
Ah Yeah você pagou o preço
E se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar la.

Solo Slide -

Eu estive viajando  pelo sujo e pela fuligem (carvão)
Do passado ao futuro, pelo espaço e tempo
Viajei bem fundo pelas ondas
Em Grutas cheias de água e montanhas cavernosas
Mas O Deus, tivemos que lutar
Com os pensamentos na cabeça com o escuro e com a luz
Não da para parar e olhar
E se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar lá

Solo Slide -

Você pode não saber de onde você veio
Pode não saber quem você é
Pode ate não imaginar
Como é que você chegou longe assim

Eu estive viajando numa asa e numa oração
Pela pele do meu dente pela largura de um cabelo
Viajando onde os quatro ventos sopram
Com o sol em meu rosto
No gelo e na neve
Mas - ooee - é um jogo
Algumas vezes você é quente
Algumas vezes você é fracassado
Ah yeah, é algum lugar
E se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar lá

Solo Slide -

Mas O senhor nós pagamos o preço com o
Girar de uma roleta, como o rolar de dados
Ah Yeah você pagou o preço
E se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar la.

Solo Slide -

Eu continuo viajando pelos extremos
Não ha começo, e nem fim
Isso não havia nascido e nunca morre
Não ha limites, não há lados
Oh yeah, você simplesmente não ganha
E tão longe até agora, o jeito de sair é entrar
Curve-se a Deus e chame-o de Senhor...
Mas se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar lá
E se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar lá
Se você não sabe onde está indo
Qualquer estrada vai te levar lá

Solo de “Banjulelle” e Slide final.

 

P2 Vatican Blues

Essa música foi deixada fora do disco "Cloud Nine", de 1987. George sempre foi muito critico em relação ao Vaticano e seus desmandos absurdos, e isso ele já mostrava no disco "All Things Must Pass", na faixa "Awaiting on you all", onde ele diz que o Papa e um dos maiores acionistas da “General Motors”.
Pelo ritmo e pelo pique,essa música entraria com facilidade em qualquer disco da banda "Traveling Wilburys", e talvez por isso mesmo ela tenha sido deixada fora do disco "Cloud Nine".
Por incrível que pareça não há um solo de slide nessa música,ele usa "bend" em todos os solos,o que faz com maestria, contrariando os "críticos", que dizem que ele só sabe tocar slide.
E mostra que e um músico mais que completo.
A voz de Dhani, junto a do pai, se confunde no coro. E mais uma vez o folheto da disco esta errado onde credita a George - slide guitar.

002--vatican

P2 Vatican Blues - P2 O Blues do Vaticano

Solo intro -

Pasmo, olhando o teto daqui
Um esplêndido Michelangelo
Encheu meu coração de prazer
No último sábado a noite

Cheguei de casa acreditando
Subi a cada passo dentro da St. Peter´s Dome
Claustrofóbico e ex-catolico
No último sábado à noite

Agora como ninguém realmente percebeu
A baforada de fumaça branca me derrubou
A verdade esta escondida, à espreita, camuflada
Das coisas que eles fazem á noite.

E muito suspeito, para dizer no mínimo
Eu ate mencionei isso para o padre da minha região
Um Pai-Nosso e três Ave-Maria
A Cada sábado à noite

Primeiro solo -

Eu queria que alguém me falasse
Que isso e apenas um show
Eu confessaria,admita,vamos encarar isso
No meu smoking de concreto

E muito suspeito, para dizer no mínimo
Eu ate mencionei isso para o padre da minha região
Um Pai-Nosso e três Ave-Maria
A Cada sábado à noite

Segundo solo -

Um Pai-Nosso e três Ave-Maria
A Cada sábado à noite
Um Pai-Nosso e três Ave-Maria
A Cada sábado à noite

Obs.Obrigado pelas dicas das orações a  Alexandre Zaghetto e Antonio Henrique Dias.

Explicação da letra:
Houve, em 1982, o escândalo da quebra do Banco Ambrosiano, controlado pelo Vaticano. Seu presidente Roberto Calvi, apelidado de "O Banqueiro de Deus" pela sua proximidade com o  Vaticano, apareceu enforcado embaixo de uma ponte em Londres com os bolsos cheios de pedras.
Inicialmente falou-se em suicídio, mas as investigações logo apontaram para uma rede de corrupção onde nomes da máfia, do Vaticano e de uma loja maçônica chamada "P2" estavam envolvidos.
Aparentemente ele foi assassinado para não revelar essas ligações escusas. Dizem que a máfia tinha depósitos no banco e com sua quebra, não conseguindo reaver seus depósitos, resolveu apagar o sujeito. Outras versões dizem que a máfia só executou o banqueiro a mando de políticos ligados à loja "P2". Um grande escândalo na época, logo abafado com a imposição da tese do suicídio. A letra parece referir-se à isso....
Abraços,

Carlos Assale (Many Thanks to you)
Nota : Além dos esclarecimentos acima, o Carlos mandou ainda algumas dicas para melhorar a tradução.Como por exemplo, a máfia, costuma usar o "smoking de concreto" para colocar as pessoas e mandar para o fundo do rio e/ou mar.........

Pisces Fish

Ele fez essa música falando dele, da cidade onde morava (Henley on Thames),e da vidacomo ele via e sentia.........
Por ser nascido em fevereiro (dia 24 ou 25 ?), e ser do signo de Peixes, ele usa o titulo a palavra "peixes" em duplicidade. Várias são as explicações, mas infelizmente nenhuma oficial.
Um comentário sobre o titulo da música e que por ter o desenho do signo "dois peixes", ele usou a palavra duas vezes.......
Para mim, essa deve ter sido uma das últimas músicas que ele gravou, pois além de ter uma melodia triste, a voz dele está bem rouca e muitas vezes,lembra o amigo e ídolo - Bob Dylan a quem com certeza ele deixaria uma homenagem.
A música esta em um tom bem agradável à voz, sem precisar forçar para cantar.
Além do violão, há o tempo todo uma guitarra com trêmulo, que com certeza, ele fez no velho amplificador VOX, uma característica do som do mesmo.
Os solos - mais uma vez ele não usou slide - de violão são dobrados pela guitarra.(Dhani ?)
Percebe-se que ele deve ter deixado a gravação praticamente pronta, uma vez que ele toca até o contrabaixo - nota-se pelo estilo dele em tocar esse instrumento (como em "Hey Jude").
Mike Moran fez um belo arranjo de teclados junto a Jeff Lynne.

003-pisces

Pisces Fish - Signo de Peixes

Remadores deslizando pelo rio
Gansos canadenses resvalam pelos bancos
A roda traseira da minha bicicleta começa a tremer
A corrente se parte ao redor do cotovelo
Velhas senhoras, que devem ser adestradoras de cães (filhotes)

Caminhando, atirando bolas, seguindo todas as ovelhas
Enquanto o fazendeiro fica por perto, e ele está reclamando
Suas vacas loucas são colocadas para dormir
E eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.

Solo -

Sinais de fumaça da Cervejaria
Como se anunciado um novo papa
Num gargalo de cerveja que continua expelindo com vigor
Enquanto o sino da igreja soa balançado em sua corda

Há um templo numa ilha
Penso em todos os deuses e no que eles alimentam
Você só pode os encontrar no mais profundo silêncio
Tenho que sair dessa grande roda (roleta, como da sorte)
E eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.
E eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.

E estarei nadando até que possa encontrar aquelas águas
Aquele oceano calmo de felicidade
Que está correndo através de nossos pais, filhos e filhas
Mas ainda algo calmo para nós sentirmos falta
Remos vão adentrando através da água
Ouço o timoneiro (comandante) gritando suas ordens
Com sua tripulação, oh, poderia ser outra ordem
Temos que congelar para arrumar tudo isso ?

Às vezes, minha vida parece ficção
Alguns dos dias são realmente calmos
Sou uma prova de todas as contradições da vida
Uma metade está indo onde a outra metade acabou de estar
E eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.
Eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.

Hum, hum, hum, hum.........
Eu sou do signo de Peixe, e o rio corre pela minha alma.
Hum. hum. hum. hum.........(A música vai abaixando......)

Explicações:
The temple on the island and st. Mary's Church.-
Ele se refere a Henley On Thames a cidade onde ele morava (Many Thanks Diane)

Desde que os BEATLES surgiram,a data de nascimento de George Harrison sempre foi no dia 25/2/1953. Há alguns anos atrás (1997 ou 1998), ele "descobriu" que foi registrado um dia depois da data correta. E declarou que seu nascimento era dia 24/2 e não dia 25/2.

boneco-01Encarte do CD

Looking for my Life

Essa faixa deve ter dado algum trabalho a Dhani e Jeff, pois a preocupação de George foi de colocar a voz, a guitarra-base e um leve solo, que se ele tivesse tido mais tempo, ou até disposição, possivelmente teria elaborado mais.
Mas é uma característica dele, fazer solos curtos e simples, mas que surtem efeito na música, e isso ele é mestre. Pode-se perceber que enquanto ele canta, há uma guitarra quase que o tempo todo solando a melodia principal da música.
Durante a música pode-se perceber a preocupação dele em fazer contra-solos.
E pela letra, dá para sentir um pouco da agonia que ele sentia ao ver a vida se esvaindo.
A letra do livreto estava errada e foi corrigida aqui – esta em letra maiúscula para destacar da tradução, e nota-se que não há o crédito da bateria, que deve ter sido feita,por Jim Keltner.

004--looking 

Looking For My Life - Procurando por minha vida

Intro Solo

OH LORD, WON’T YOU LISTEN IN TO ME NOW -

Oh Deus, você não me escuta agora

OH LOVE, I GOT TO GET ME BACK TO YOU SOMEHOW -

Oh Amor,Eu tenho de voltar para você de algum modo


I NEVER KNEW THAT LIFE WAS LOADED -

Eu nunca soube que a vida era carregada (Pesada)

I’D ONLY HUNG AROUND BIRDS AND BEES -

Eu apenas projetava pássaros e abelhas

I NEVER KNEW THAT THINGS EXPLODED -

Eu nunca soube que as coisas explodiam

I ONLY FOUND IT OUT WHEN I WAS DOWN UPON MY KNEES -

Eu apenas descobri isso quando eu estava ajoelhado

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

 

OH BOY, YOU’VE NO IDEA WHAT I’VE BEEN THRU’ -

O Cara, voce não tem ideia de onde eu me enfiei

OH LORD, I FEEL SO STUCK THAT I CAN’T GET TO YOU -

O Deus, eu me sinto preso que eu não consigo chegar a voce

 

HAD NO IDEA THAT I WAS HEADING -

Não tinha idéia do que eu estava encabeçando

TOWARD A STATE OF EMERGENCY -

Atraves de um estado de emergencia

I HAD NO FEAR WHERE I WAS TREADING -

Eu não tinha medo de onde eu estava pisando

I ONLY FOUND IT OUT WHEN I WAS DOWN UPON MY KNEES -

Eu apenas descobri isso quando eu estava ajoelhado

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

 

CAUGHT UP ON ME WITH INTENSITY -

Chegou ate mim com uma intensidade

HAD NO IDEA THAT I WAS HEADING -

Não tinha idéia do que eu estava encabeçando

I ONLY FOUND IT OUT WHEN I WAS DOWN UPON MY KNEES -

Eu apenas descobri isso quando eu estava ajoelhado

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

 

OH BOY, YOU’VE NO IDEA WHAT I’VE BEEN THRU’ -

O Cara, voce não tem ideia de onde eu me enfiei

OH LORD,I GOT TO GET BACK SOMEHOW TO YOU -

O Deus, eu tenho de voltar de alguma forma a voce

 

I NEVER KNEW THAT LIFE WAS LOADED -

Eu nunca soube que a vida era carregada(Pesada)

I’D ONLY HUNG AROUND BIRDS AND BEES -

Eu apenas projetava passaros e abelhas

I NEVER KNEW THAT THINGS EXPLODED -

Eu nunca soube que as coisas explodiam

I ONLY FOUND IT OUT WHEN I WAS DOWN UPON MY KNEES -

Eu apenas descobri isso quando eu estava ajoelhado

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida


I NEVER GOT ANY ANY GCE’S -

Eu nunca consegui nenhum GCE (*)

I NEVER KNEW THAT THINGS EXPLODED -

Eu nunca soube que as coisas explodiam

I ONLY FOUND IT OUT WHEN I WAS DOWN UPON MY KNEES -

Eu apenas descobri isso quando eu estava ajoelhado

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

LOOKING FOR MY LIFE -

Procurando por minha vida

(*)GCE's são os exames feitos para os jovens com 16 anos, para saber se eles estão prontos a seguir em frente na carreira escolar. Caso eles se mostrem aptos, eles conseguem empregos melhores ou vão a Universidades. 
O significado é - General Certificate of Education - Certificado Geral de Educação. 
Many thanks Jackie Spencer (Liverpool).

boneco-02Encarte do CD

Rising Sun

A letra de Rising Sun não é homenagem ao Japão, mas à Índia.
Todas as referências ali são de textos clássicos e do pensamento do Hinduísmo. Inclusive a referência ao sol, que é caríssimo aos indianos.
Lembram que aquela sequência de posturas clássicas chama-se suryanamascar (saudação ao sol)? – Informação de Sonia Zaghetto.

Dessa vez George abusou na letra, onde ele coloca palavras como "DNA", que dificilmente um poeta ou músico pensaria em usar em uma letra de música.
Ele faz metáforas e coloca as palavras de maneira que você ao ouvi-las comece a pensar no sentido verdadeiro da frase.
Ele mostra mais uma vez a sua capacidade de compor lindas baladas e faz solos de slide maravilhosos durante toda a melodia, intercalados à letra.
Percebe-se que ele a deixou sem teclados, que foram preenchidos - competentemente – por Dhani e Jeff Lynne.
Grande parte das passagens onde se nota o piano e o wurtlizer, originalmente, percebe-se apenas os solos de slide.
Dhani diz em várias entrevistas que o pai deixou suas ideias de finalização das músicas prontas e ele e Jeff apenas seguiram essas ideias......fizeram um belo trabalho.
Nas primeiras frases há apenas a guitarra slide, nos contratempos, e devagar os teclados vão aparecendo junto a guitarra, o que dá uma ideia de que a música vai crescendo.
O solo maior, quase no final é simplesmente maravilhoso, além de ser complexo é muito bonito, daqueles solos que entram direto no coração da gente.....aliás uma especialidade de GEORGE, desde a época dos BEATLES.
Dhani intercala o teclado muito bem neste solo.....ele mostra o talento que tem, pois por mais que o pai tenha deixado as ideias,tocar os instrumentos à altura, não é para qualquer um....

005-rising

Rising Sun - Nascer do Sol

Nas ruas das vilas saindo para uma caminhada
Você pode ter o diabo como guia
Limites devassados, postos em culpa
Ate que seu sistema nervoso começa a parar
Numa sala de espelhos você pode ver por milhas
Mas tudo que esta lá esta deturpada

Toda a palavra que você completou e todo pensamento que você teve
Esta tudo dentro da sua pasta, o bom e o ruim
Mas no amanhecer (ou nascer do sol) sua vida começa
O universo em um jogo dentro do seu DNA
Você tem um bilhão de anos hoje

Oh, o "sol nascente" e o lugar de onde ele vem
Esta dentro de você e agora seu pagamento esta vencido
Oh "o sol nascente", Oh "o sol nascente"

Na avenida das sinas eu estive empregado
Trabalhando lá ate eu ficar quase destruído
Eu quase fui uma estatística dentro da mala de um médico
Quando eu ouvi o mensageiro do espaço interior
Ele estava me mandando um sinal que por muito tempo eu tinha ignorado
Mas ele se segurou no meu cordão umbilical
Ate que o fantasma da memória colocou um alçapão na mente do meu corpo
saiu do esconderijo para se tornar vivo.

E no "sol nascente" você pode ouvir sua vida começar
E esta aqui e lá e em lugar nenhum e em qualquer lugar
Apesar da atmosfera ser rara
Oh  "sol nascente" e o lugar de onde ele vem
Esta dentro de mim e agora eu sinto isto constantemente
Oh "o sol nascente", Oh "o sol nascente"

Solo Slide -

E no amanhecer (ou nascer do sol) sua vida começa
O universo em um jogo dentro do seu DNA
Você tem um bilhão de anos hoje
Oh, o "sol nascente" e o lugar de onde ele vem
Esta dentro de você e agora seu pagamento esta vencido
Oh "o sol nascente", Oh "o sol nascente",Oh "o sol nascente", Hum, hum, hum...........

Marwa Blues - (Instrumental)

Nessa faixa instrumental, ele mostra o lado espiritual, fazendo as guitarras "chorarem" e passa uma energia e vibração muito boas para os ouvintes.
E uma música estilo "new age" que entraria nos melhores discos da categoria.
Os violões tocados por Dhani e Jeff marcam o andamento da música, fazendo a base dos teclados parecerem mais destacada.
A percussão de Ray Cooper (na verdade ele implementa sons da natureza), deixa o clima bem propenso a uma boa reflexão.
Os teclados (tanto os que George toca, que fazem a base, como os que Jeff Lynne toca) são a conexão do espiritual com o choro das slides.
As cordas, junto aos teclados fazem o complemento melódico e desenham os contracantos da melodia. As guitarras penetram em nosso coração e em nossa alma.
Pena que deram um fade na música, pois ela merecia ir até o final.Uma obra prima.
Nota : Em recente entrevista Dhani disse que tirou da mixagem final 2 guitarras tocadas por George.

Stuck Inside a Cloud

Escolhida por Dhani Harrison, para ser a faixa "carro-chefe do disco", até porque ele acredita que a faixa de número "7", sempre é a melhor de um disco, já gerou um disco single. Como em quase todo o disco, GEORGE deixou essa música quase completa, colocando vocais, guitarras (inigualáveis) e o “backing” com ele mesmo.
Pela letra dá para se perceber a tristeza que o acometia, mas no final fica sempre a mensagem positiva.
A música começa com 2 solos diferentes de  duas slide-guitar, e no fundo o baixo e piano colocado por Jeff Lynne e o Wurtlizer (uma especie de sintetizador) por Dhani, fazendo a base para a voz.
Logo após o primeiro refrão, ele volta a fazer um novo solo, dobrado. No fundo a guitarra base e o violão (colocados por George) e  a guitarra-base de Jeff.
O solo do meio e o final ele faz com apenas uma guitarra slide e ele consegue pontuar toda a melodia com solos de slide, sem excessos, na medida certa da música.
Há durante a música inteira uma guitarra-base com trêmulo, mostrando mais uma vez que ele usou o amplificador "VOX". As dobras de vocal são feitas por ele,nas frases de maior destaque, dando a música um ar "BEATLE".

006-marwa-stuck

Stuck Inside a Cloud - Preso em uma Nuvem

Nunca dormi tão pouco
Nunca fumei tanto
Perdi Minha concentração como eu
Até perdi meu toque (minha sensibilidade)

Conversando comigo mesmo
Chorando bem alto
Somente eu posso me ouvir
Estou preso em uma nuvem

Solo Slide

Eu fiz alguma exibição
Perdi a vontade de comer
A única coisa que me importa é
Tocar seu pé de Lótus

Conversando comigo mesmo
Só chorando alto
Somente eu posso me ouvir
Estou preso em uma nuvem

Conversando comigo mesmo
Chorando bem alto
Somente eu posso me ouvir
Estou preso em uma nuvem

Solo

Conversando comigo mesmo
Chorando bem alto
Somente eu posso me ouvir
Estou preso em uma nuvem

Nunca fui tão louco (louco)
Mas eu nunca me senti tão seguro
Eu desejaria ter uma resposta para dar
Eu não tenho nem mesmo a cura
Apenas

Conversando comigo mesmo
Chorando assim que nos separamos
Conhecendo você enquanto você me deixa
Eu também perco meu coração

Conversando comigo mesmo
Chorando assim que nos separamos
Conhecendo você enquanto você me deixa
Eu também perco meu coração

 

RUN SO FAR

007-run-so-far

 

Never Get Over You

Confesso que quando ouvi essa música pela primeira vez, me lembrei imediatamente de "Someplace Else", que aparece no disco "Cloud Nine" e na trilha sonora do filme "Shangai Surprise". Não que seja plágio uma da outra, pelo contrário, a linha melódica não tem nada a ver, são completamente diferentes em sua estrutura.
Mas essa música me parece ser a continuação da outra...o complemento......sei lá.
Ela abre com um belo solo de slide, que pontua toda a melodia e talvez pela maneira de cantá-la (com voz dobrada o tempo todo), tenha me trazido a outra bela canção à memória.
Mais uma linda balada, que mostra que como compositor, ele não deve nada a ninguém.
Uma música de amor, uma declaração à Olivia ?
George e Jeff Lynne tocam um "Mouse Boy".........alguém sabe o que é isso ?
Essa é outra música que ele deixou inacabada, mas com as ideias finais prontas, pois o baixo e o piano foram tocados por Jeff Lynne, mas o restante estava lá......
E mais uma vez ele faz solos maravilhosos de slide.........

008-neerv-devil

Never Get Over You - Nunca Vou Deixar Você

Eu sei que eu nunca vou deixar você
De tão profundo que é esse sentimento que eu tenho por você
Seus olhos penetraram em meu coração
Seu sorriso me dividiu 
Eu sabia disso, e tudo verdade
Eu nunca vou deixar você

Solo -

Você me tocou fazendo meu coração acelerar
Muito estava escrito em seu rosto
Eu sabia quando você chegou
Que nenhuma palavra poderia descrever
O que seu amor me fez te amar
Eu nunca vou deixar você

Garota, você e muito coração e alma
Garota, era uma noite de lua, quando você entrou na minha vida
E agora esse sentimento cresceu
E se você me deixar sozinho
Eu nunca vou deixar você

Tão raros os momentos que fiquei triste
Você esquenta o “pé mais frio”
Pode me esfriar no quente
E embora nosso amor fosse novo
Eu nunca vou deixar você

Meus conhecimentos crescem
Mas Eu nunca vou deixar você
Nunca vou deixar você

Solo

Você.......Você.......

Between the Devil and The Deep Blue Sea

George tinha um "talento especial" (mais um...) para "descobrir" músicas clássicas dos anos 30 & 40 e regrava-las de maneira especial, fazendo essas músicas, mais uma vez aparecerem ao grande público e ser sucesso.
Ele fez isso com várias regravações de Ringo Starr, onde com os arranjos novos as músicas até pareciam terem sido compostas por George.
Em quase todos os seus discos ele sempre gravou algo desse tipo e fez muito sucesso, como por exemplo : "I Got My Mind Set On You", "True Love", apenas para citar algumas. 
Essa música foi gravada em 1992, e apresentada no programa do Jools Holland em uma versão diferente da que consta no disco. Possivelmente George gravou alguns takes diferentes e resolveu colocar o outro no programa de TV.
Neste take, ele começa tocando o "famoso ukelele" sozinho - depois conta 4 tempos - e no primeiro e segundo verso ele se acompanha so deo ukelele, sendo que depois a banda entra com ele na música.
No take da TV, a música se inicia, em "fade in", como solo do violão do meio, e depois ele começa a cantar, mas a banda vem tocando junto desde o inicio. A maneira de colocar a voz na música, em ambos os takes,também é diferente. A versão ao vivo, aparece em diversos discos alternativos.

008-neerv-devil

Between the Devil and The Deep Blue Sea - Entre o Diabo e o Profundo Mar Azul(*)
By Harold Arlen and Red Koehler

1 , 2 , 3 ,.....
Eu não te quero
Mas eu odeio te perder
Você me coloca entre
O diabo e o profundo mar azul

Eu te perdoo
Porque não posso te esquecer
Você me coloca entre
O diabo e o profundo mar azul

Eu quero te cortar da minha lista
Mas quando você vem e bate na minha porta
O destino parece chacoalhar meu coração
E eu volto correndo para mais

Eu deveria te odiar
Mas eu acho que te amo
Você me coloca entre
O diabo e o profundo mar azul

Solo

Eu quero te cortar da minha lista
Mas quando você vem e bate na minha porta
O destino parece chacoalhar meu coração
E eu volto correndo para mais

Eu deveria te odiar
Mas eu acho que te amo
Você me coloca entre 
O diabo e o profundo 
O diabo e o profundo 
O diabo e o profundo mar azul

(*) A colocação do titulo significa que a mulher que ele ama, o leva do amor ao mais profundo desespero, sem muita força.

Mais um email desta vez do nosso amigo JULIANO (Guitarrista-solo da banda CAZZO PAZZO), com informações novas sobre a letra da música :

Oi, Marco,

Dei uma olhada na tradução de "Between the Devil And the Deep Blue Sea" noteu site. Constatei algumas diferenças em relação à letra que eu havia consultado - no site: http://www.heptune.com/betweent.html

1) inbetween - é uma palavra só, uma variante de "between", porém com o mesmo significado: INBETWEEN: no meio, entre.

2) o verso "I want to cross you of my list" não é bem isso!!! - Na verdade seria: "I ought to cross you off my list" (a pronúncia não é muito clara, mas dê uma ouvida e você vai sacar).   Assim a tradução seria:  "Eu tenho a obrigação de te eliminra daminha lista.
Pois:  "to ought" significa "ter a obrigação"; e "to cross off" significa "eliminar, retirar (especificamente de lista)"
Consultei dois dicionários para fazer a tradução: O Michaelis e o Inglês-Português da Barsa (que é muito confiável).

Um abraço,
Juliano Cesar Rodrigues Vale.

ROCKING CHAIR IN HAWAII

009-rocking

Brainwashed

cartoonDesenho do George

No inicio de 2000, George participou de um chat da Microsoft, que eu tive o privilégio de participar, embora ele não tenha respondido às minhas perguntas, mas lá ele falou que tinha um novo disco pronto e que ia se chamar "Brainwashed".
Por saber dos problemas que ele estava enfrentando, perguntaram por que esse titulo e ele disse que era de uma música que ele gostava muito........
Talvez por isso Dhani tenha respeitado a vontade do pai e dado o nome dessa música ao CD (eu ia escrever LP.....).
E ao ser perguntado quando o disco ia sair, ele respondeu rindo : "Depois que eu morrer, pois com certeza vai vender mais do que venderia agora......"
Bom ai está......a vontade dele foi feita.
Um "rock pesado", no instrumental, no vocal e na letra..........
Mais uma vez ele fala tanto desse nosso mundo, que ele dizia ser um estranho e preferia ficar em seu jardim.
Ele deve ter deixado essa musica quase pronta, pois tem a participação de vários músicos, como Jon Lord (ex-Deep Purple e vizinho),Jane Lister na Harpa , Jim Keltner na bateria, Sam Brown no backing-vocal, que com certeza foi completado por jeff Lynne (bem no estilo "ELO" que ele adora) e Dhani.
A parte "inner"  da música conta com a participação de alguns músicos hindus, como Bikram Ghoshi na tabla e Isabela Borzymowska, lendo no solo do meio o poema "Como conhecer Deus"......veja na página 130.......(Veja abaixo os esclarecimentos desse trecho da música pela Sonia Zaghetto)............
Ele fala dos males que nosso planeta sofre e apela a DEUS para que nos ajude, terminando a letra pedindo a DEUS que nos faça uma "lavagem cerebral" e encerra junto à Dhani com um mantra(*).....Maravilhosa........

Email recebido de Sonia Zaghetto :
No comentário sobre a faixa Brainwashed, o texto "Como conhecer Deus" não é uma piada de George. É certamente uma seriíssima e delicada referência para George pois é um texto sagrado indiano. É o “sutra” número 130 dos Yoga Sutras de Patânjali. Patânjali é um sábio indiano que codificou o sistema do Yoga Clássico. Interpretei aquele “break” na música pesada, cheia de referências ocidentais, como um convite a uma viagem interior.
De repente pára tudo.
Somem os ruídos, a obsessão, a loucura do nosso cotidiano. Fica um silêncio quebrado apenas pelos instrumentos indianos que convidam à meditação. E a voz suave da moça chama para uma reflexão sobre o que é de fato importante na vida. A tradução correta é:

"A alma não ama, ela é o amor
Ela (a alma) não existe, ela é a existência
Ela não conhece: é o conhecimento"
Como conhecer Deus, página 130

Outra coisa. No final, George e Dhani vocalizam um mantra.

010-brain

011-brain

Brainwashed - Lavagem Cerebral

Lavagem cerebral em nossa infância
Lavagem cerebral pela escola
Lavagem cerebral pelos nossos professores
E Lavagem cerebral por todas as regras deles

Lavagem cerebral pelos nossos lideres
Por nossos reis e rainhas
Lavagem cerebral na abertura
E Lavagem cerebral atrás das cenas

Deus, Deus, Deus
Uma voz grita na selvageria
Deus, Deus, Deus
Foi na noite mais longa
Deus,Deus,Deus
E a eternidade de escuridão
Deus,Deus,Deus
Alguém encontrou a luz espiritual

Lavagem cerebral pela Nikker (Bolsa de valores do Japão)
Lavagem cerebral pela Dow Jones
Lavagem cerebral pela FTSE
Nasdaq e Empréstimos Seguros
Lavagem cerebral de Bruxelas
Lavagem cerebral em Bonn
Lavagem cerebral de Washington
Lavagem cerebral de Londres

Deus,Deus,Deus
Você é a sabedoria que nos procuramos
Deus,Deus,Deus
A amante que perdemos
Deus,Deus,Deus
Sua natureza é a  eternidade
Deus,Deus,Deus
Você e existência, conhecimento e benção e felicidade

Declamando durante o solo de guitarra :

A alma não ama, ela e o amor
Se não existe, ela é a existência
Se não conhece, ela é o conhecimento
Como conhecer Deus, pagina 130

Eles fizeram Lavagem cerebral no meu tio
Lavagem cerebral no meu primo Bob
Eles até pegaram minha avó quando ela trabalhava para a multidão
Lavagem cerebral quando você estava dormindo
Lavagem cerebral no tráfico pesado
Lavagem cerebral enquanto você estava chorando 
Enquanto ainda um bebe em seu carrinho
Lavagem cerebral pelos militares
Lavagem cerebral sob ilegalidade
Lavagem cerebral pela mídia
Você recebe Lavagem cerebral pela imprensa
Lavagem cerebral pelo computador
Lavagem cerebral pelos celulares
Lavagem cerebral por satélite
Lavagem cerebral pelos ossos

Deus,Deus,Deus
Não irá nos guiar através dessa bagunça?
Deus,Deus,Deus
Dos cinturões de concreto?
Deus,Deus,Deus
Nada e pior que a ignorância
Deus,Deus,Deus
Eu nao aceito o trapaça

Deus,Deus,Deus
Devo ter esquecido algo
Deus,Deus,Deus
Pela avenida da bobagem
Deus,Deus,Deus
Nós podemos apenas parar o apodrecimento
Deus,Deus,Deus
Desejo que você nos faça uma Lavagem cerebral também

NAMAH PARVARTI PATAYE HARE HARE MAHADEV
NAMAH PARVARTI PATAYE HARE HARE
NAMAH PARVARTI PATAYE HARE HARE
SHIVA SHIVA SHANKARA MAHADEVA

HARE HARE HARE HARE MAHADEVA
SHIVA SHIVA SHANKARA MAHADEVA
SHIVA SHIVA SHANKARA MAHADEVA
NAMAH PARVARTI PATAYE HARE HARE

NAMAH PARVARTI PATAYE HARE HARE
SHIVA SHIVA SHANKARA MAHADEVA
SHIVA SHIVA SHANKARA MAHADEVA

thanks

- Letras transcritas por Marco Marcelo Mallagoli(tirada do livreto do disco)
- Tradução, coordenação e comentários por Marco Antonio Mallagoli.
- Obrigado a Alexandre Zaghetto , Antonio Henrique Dias e ao “saudoso”  Carlos Assale pelas dicas.
- Thanks to Jackie Spencer (Liverpool) and to Diane for the help.

Add comment


Security code
Refresh